domingo, 9 de outubro de 2011


Tão perto, não importa o quão distante
Não poderia ser muito mais distante do coração
Eternamente confiando em quem somos
E nada mais importa
Nunca me abri deste jeito
A vida é nossa, nós a vivemos do nosso modo
Todas estas palavras, eu não digo apenas
E nada mais importa
Eu procuro confiança e encontro em você
Cada dia para nós é algo novo
Mente aberta para uma concepção diferente
E nada mais importa
Nunca me importei com o que eles fazem
Nunca me importei com o que eles sabem
Mas eu sei
Tão perto, não importa o quão distante
Não poderia ser muito mais distante do coração
Eternamente confiando em quem somos
E nada mais importa
Nunca me importei com o que eles fazem
Nunca me importei com o que eles sabem
Mas eu sei
Nunca me abri deste jeito
A vida é nossa, nós a vivemos do nosso modo
Todas estas palavras, eu não digo apenas
E nada mais importa
Nunca me importei com o que eles dizem
Nunca me importei com os jogos que eles jogam
Nunca me importei com o que eles fazem
Nunca me importei com o que eles sabem
E eu sei, sim...

Nenhum comentário: